Olá!

Somos o Timbre. Um espaço de opinião sobre música vibrando em novas frequências.

How to Solve our Human Problems (Part 2) - Belle & Sebastian

How to Solve our Human Problems (Part 2) - Belle & Sebastian

4000x4000px_ep2cover.jpg

How to Solve our Human Problems (Part 1)

Belle & Sebastian
Matador Records
Janeiro/2018
Indie Pop, Folk Rock
O que achamos: Bom

Todo sonhador é, também, um rebelde. Há uma inexplicável e talvez imperceptível demonstração de insubordinação no simples ato de olhar pela janela e para as nuvens sonhando com uma vida diferente. Tal brilho aventureiro nunca irá deixar de figurar nos trabalhos de Belle & Sebastian, e no segundo EP do seu projeto How To Solve Our Human Problems, ele é capturado como que por uma câmera em exposição máxima.

Com esse EP (ou mini-álbum, como a banda chama), o Belle & Sebastian orquestrou um trabalho diverso e muito coerente, articulando o já conhecido folk pop puxado pro disco com essa cara de rádio AM que, sinceramente, é adorável e único. O que traz destaque para esse disco, é o quão solar ele soa. Em “Cornflakes”, os acordezinhos de guitarra vibrando por baixo dos versos que cantam sobre as luzes de outono em Glasgow criam a atmosfera gostosa parecida com a sensação de se acordar de ótimo humor num dia lindo.

O mini-álbum, apesar de precedido por um trabalho mais opaco, é composto por boas e refrescantes surpresas, e a peça central de How to Solve Our Human Problems (Part Two) é, com certeza, o rock onírico de “The Same Star. Expressa exatamente a rebeldia jovem sobre a qual a banda construiu toda uma carreira de celebração da sua própria autenticidade e de seu desajuste. É uma canção que exalta o amadurecimento para o amor que, por vezes, só vem com o próprio desamor. Amadurecer é bom, mas pode ser que nos faça enxergar o que não dá certo, e, segundo o Belle, daí surgem inúmeras possibilidades de encontrar muitos novos amores. E o que é feito com essa liberdade é algo que podemos, com toda a certeza, decidir sob os vocais doces e magistrais de Sarah Martin nessa música maravilhosa.

Sem cair na pieguice, mantendo um bom ritmo no faixa a faixa, e celebrando a mágica capacidade de sonhar, e de fazê-lo dentro de sua própria singularidade, o Belle & Sebastian lança um trabalho necessário em tempos de turbulência. A calmaria, preservada até nos momentos de mais barulho, dá continuidade a uma antologia irretocável de uma banda única. O que mais há a dizer? Isso é música para ouvir e ser feliz.

Culture II - Migos

Culture II - Migos

vertigo - EDEN

vertigo - EDEN