Olá!

Somos o Timbre. Um espaço de opinião sobre música vibrando em novas frequências.

I Don't Run - Hinds

I Don't Run - Hinds

hind

I Don't Run

Hinds
Lucky Number
Março/2018
Garage Rock/ Surf Rock
O que achamos: Muito Bom

Hinds ficou conhecida por retratar a juventude madrilense de uma forma não tão ortodoxa. O grupo formado por quatro habitantes locais não tem medo de expor todo o seu calor e a sua ousada loucura em canções ensolaradas. As narrativas inusitadas de suas aventuras e de seu cotidiano chamou bastante atenção e seu primeiro álbum de estúdio Leave Me Alone é a imagem dessa vivência. O som é sinestésico e contagiante. Após dois anos e alguns lançamentos promocionais, a banda retorna com um novo trabalho e algumas novas e envolventes histórias para contar.

Descrito pelas próprias como seu trabalho mais honesto e “Mais hinds que o próprio hinds”, I Don't Run propõe um som lo-fi aliado ao garage e ao surf rock.  Mantendo a antiga formação e apresentação com certa polidez, o grupo espanhol entra em um patamar de excelência sem soar ganancioso ou ávido, uma amostra do quão charmoso o quarteto pode soar. Lançado sob o selo da Lucky Number e com um novo e premiado colaborador, Hinds não tem medo de expor suas instabilidades em seu caloroso e espirituoso som.

Um pouco afastado da rebeldia do trabalho anterior e dotado de certa serenidade e lucidez, o álbum é um retrato do amadurecimento. O concílio entre os vocais não tão afinados e rimas despretensiosas em melodias leves com vocais, às vezes sobrepostos, trabalham em uma bela sincronia com os instrumentais rudimentares, mas ainda assim expressivos, o que é uma das marcas do grupo. Um trabalho confiante, íntimo e menos provocador que o usual mas com a mesma jovialidade de sempre. Composições bem trabalhadas sobre relacionamentos e sobre uma visão Hinds da realidade, todas niveladas de forma que fica até difícil de escolher a melhor faixa. O grupo mostra uma nova faceta vulnerável, pouco explorada e muito bela de se ouvir.

Sem grandes falhas, I Don't Run é certamente um acerto na discografia do grupo e acima de tudo um trabalho divertido e fácil de assimilar. Hinds não decepciona, o disco é repleto de pontos altos. Um trabalho energético e memorável, sendo a continuação perfeita e coesa para os últimos registros do quarteto.

Bark Your Head Off, Dog - Hop Along

Bark Your Head Off, Dog - Hop Along

Sex & Food - Unknown Mortal Orchestra

Sex & Food - Unknown Mortal Orchestra