ícone.png

Olá!

Somos o Timbre. Um espaço de opinião sobre música vibrando em novas frequências.

Conheça a Strawberry Licor

Conheça a Strawberry Licor

Foto por Matheus Arruda

Foto por Matheus Arruda

“É sobre festa e beber, simples assim, tomar um ‘licorzin’ de morango”, contou o guitarrista e vocalista Gabriel Wiltemburg sobre a música que dá título à banda. Embora soe suave, a composição da Strawberry Licor é o contrário do que o nome sugere.

Formada em Itapetininga, em meio à pungente cena do interior paulista e as paredes do estúdio Napô Place, a banda é obra de Gabriel Wiltemburg, Luciano Ayub, Raoni Rocha e Yuri Naoto. Estrearam em 2016, com o extended play Pupsy. Então, amadureceram suas influências, que flertam com o rock alternativo noventista, e alcançaram Johnny, seu primeiro álbum de estúdio, apadrinhado pelo selo Midsummer Madness.

Ainda que “Strawberry Licor” remete à certa delicadeza, Johnny é o antônimo disso. Pavement, Second Come e Sonic Youth adentraram o time de referências para a formação do disco, trazendo o noise-rock e um pouco de math-rock. Combinados à esses elementos, um desejo explosivo de narrar perdas, vivências e um sentimento nostálgico, entre uma sonoridade arrebatadora e composições que fazem com que os ouvintes se identifiquem com os integrantes à cada palavra cantada.

“Na guitarra eu procuro dar um novo sentido para harmonia que já esteja acontecendo na música, tentar evidenciar sensações por cima dos acordes ou esconder, chamo isso de ‘dar cor’ à composição”, compartilhou Gabriel Wiltemburg sobre seu processo criativo.

Destaque deve ser dado para a iniciativa colaborativa do quarteto: nos vídeos do último projeto, disponibilizados no YouTube, os artistas se dividiram entre desenhar e convidar amigos para criar uma espécie de lyric video das músicas. Os clipes “I Feel Like a Kid” e “Caballero” foram produzidos pela banda, também com ajuda de amigos, no melhor estilo do it yourself.

A produção e arte de capa são da Strawberry Licor, mixagem e masterização (digital) por Gabriel Wiltemburg. O disco foi gravado no estúdio Napô Place, em Itapetininga/SP.

No caos que se é viver, Johnny é uma forma de externalizar sentimentos guardados e experiências dolorosas através da arte: um instrumental intenso e composições intimistas, mas ao mesmo tempo universais. Confira o trabalho da Strawberry Licor:

Spotify | Deezer | Facebook | Youtube | Instagram

Conheça Barbante Elétrico

Conheça Barbante Elétrico

Tagua Tagua estreia no Rio de Janeiro com dois shows

Tagua Tagua estreia no Rio de Janeiro com dois shows